Skip to main content

Excesso de pombos no Centro de MOC preocupa população; médico alerta para risco à saúde

22/08/2017

A concentração de pombos no Centro de Montes Claros deixa moradores e comerciantes apreensivos devido aos riscos que as aves podem trazer à saúde humana. Dentre as várias doenças transmissíveis pelos animais está a criptococose, que ataca o sistema nervoso e pode levar à morte.

Osmane da Silva mora perto da Praça Doutor Carlos e cobra um posicionamento do poder público sobre a situação.

“Encontrar um bando de pombos nas praças, casas e janelas dos apartamentos tornou-se rotina para quem vive na região. É necessário que exista um órgão para fazer um controle das aves, principalmente no Centro, porque o excesso de pombos está causando transtornos a todos”.

O médico Thiago Dantas destaca que a forma mais comum de contrair doenças vindas dessas aves é por via respiratória. O contato com as fezes dos pombos pode causar pneumonia, meningite e alergia. Outro risco é a contaminação de alimentos.

“A inalação das fezes secas dos pombos pode provocar dermatites e alergias. Em alguns casos, até cegueira”, diz o médico.

Ele aconselha que, antes de fazer a limpeza de dejetos dos pombos em determinado local, a pessoa molhe as fezes das aves. O cuidado evitaria que parte dessa sujeira suba com a poeira e seja inalada, momento em que a contaminação acontece.

Outro fator que contribui para o contágio dos humanos é o contato com os piolhos dos pombos, por isso é importante evitar a proximidade com as aves.

Procurado, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Montes Claros informou que realiza trabalhos de conscientização junto à população para que a quantidade de animais não aumente e haja um controle na propagação de doenças.

A Lei Municipal 4.779, de 16 de junho de 2015, permite a criação, em viveiros adequados, de pombos-correio para fins recreativos e esportivos, praticada por criadores filiados a quaisquer Associações Columbófilas.

O local deve atender algumas exigências, como estar limpo, seco e exposto ao sol; além disso, as instalações precisam ser livres de parasitas.

Principais problemas

  • Histoplasmose: a doença tem como sintomas desde uma infecção assintomática até febre, dor torácica, tosse, mal-estar geral, debilidade e anemia.
  • Ornitose: os sintomas incluem febre, cefaléia, mialgia, calafrios e tosse.
  • Salmonelose: decorre da ingestão de alimentos contaminados com fezes de pombos.
  • Dermatites: são provocadas pela presença de ácaros na pele, provenientes das aves ou dos ninhos.

Fonte: O Norte



Comente

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Fale Conosco

Atenção! No momento não estamos realizando resgates solicitados por e-mail ou telefone. Pedimos a gentileza de não insistirem.

Contatos


Qual é o motivo do seu contato? Veja se a sua dúvida está aqui!

Endereços e Telefones

Não divulgamos publicamente o endereço do abrigo. Lamentavelmente
o número de abandonos em nossas portas é alto.

Devido a grande demanda de visitas e ligações estamos fazendo inicialmente o contato somente por e-mail. Obrigado pela compreensão!

Colabore Conosco!

Banco do Brasil
Agência: 0104-x | Conta-corrente: 89292-0

Caixa Econômica Federal
Agência: 3044 | Operação: 013 | Conta Poupança: 17486-6

PagSeguro
Clique aqui para doar usando cartões de crédito, débito em conta ou boleto.